Lisboa e Porto aumentam vagas nos cursos com médias mais altas

 

Novo indicador de excelência determina cortes numa centena de licenciaturas das duas maiores cidades. Turismo não escapa à redução. Concurso nacional de acesso ao ensino superior arranca quarta-feira

 

Foram quase 20 os cursos que, no ano passado, deixaram de fora candidatos em 1ª opção (nalguns casos mais de uma centena) com uma média igual ou superior a 17 valores. Cinco são de Medicina e não poderão abrir mais vagas do que no concurso de 2018, já que a tutela tem mantido o congelamento da oferta nesta área. Mas em relação aos restantes (ver lista ao lado), o Ministério do Ensino Superior determinou que devem aumentar a capacidade, disponibilizando um mínimo de 5% e um máximo de 15% lugares a mais.

As universidades de Lisboa e do Porto — as únicas que reúnem estas condições — vão responder com o máximo, antecipam ao Expresso responsáveis das duas instituições.

 

In Expresso

 

Leave Comment